Em clipe de ‘Chega Devagar’, Matheus Engenheiro usa a performance artística para expressar suas angústias

Matheus Engenheiro Chega Devagar

Em ‘Chega Devagar’, o artista visual e designer se manifesta com sua voz e seu corpo para pedir mais carinho e empatia nas relações

Viver em estado de alerta permanente, como se uma bomba fosse explodir a qualquer momento, como se tudo fosse dar errado. A ansiedade é um dos maiores empecilhos quando procuramos felicidade, paz e um pouco de amor para nos ajudar a resistir e levar os dias de um jeito mais leve. Quando ela está em ação, os bons sentimentos cedem lugar à insegurança, aquele aperto no coração, ao medo e a qualquer outra sensação que tenha como única finalidade nos angustiar. A real é que nos sobra ansiedade, e nos falta acolhimento. É isso que Matheus Engenheiro pede em ‘Chega Devagar‘, seu novo single, que acaba de ganhar clipe.

Enquanto tudo o que nossa mente consegue fazer é nos autossabotar, é natural que nosso corpo peça abraço. Nesse caso, o abraço é muito mais do que o ato de “apertar entre os braços”, é envolver com afeto e empatia o coração de quem se sente seu próprio inimigo em determinado momento — exatamente o que a ansiedade nos causa. Assim, em ‘Chega Devagar‘, Matheus pede muito mais do que um “carinho na ponta dos dedos“.

Na canção, escrita e produzida por ele mesmo (junto a Pedro Sodré e Rudah Maciel Guedes), o artista visual e designer canta para pedir que as pessoas sejam mais sensíveis nos relacionamentos. “Chega Devagar tem uma casca que trata do possível fim de um relacionamento, mas a essência é sobre como a mente ansiosa cria previsões pessimistas diante de qualquer micro futuro“, conta Matheus.

As inspirações por trás da música não nasceram do nada. ‘Chega Devagar‘ é como um desabafo pessoal, o que a torna ainda mais especial, intimista e sensível. Para além disso, muito mais do que intimista, ela é acolhedora. Matheus soube bem como aproveitar as possibilidades que a arte oferece, para expressar seus sentimentos sobre uma dor tão complexa, mas tudo isso de um jeito delicado e compreensível… como aquele “carinho na ponta dos dedos”, só que na alma.

Eu descobri há pouco tempo como a ansiedade me afeta. Não sabia que tinha esse nome e vou aprendendo a cada dia que não é uma exclusividade minha. É algo que nos faz mal e que atinge desde as pequenas coisas até grandes movimentos em nossa vida. Tento sempre trazer um verniz mais leve para esses assuntos, pois para mim eles são muito pesados e me arranham. A música faz tudo se encaixar de uma forma mais leve, mais compreensível e mais bonita” – Matheus Engenheiro

A música realmente deixa tudo mais bonito e a vida mais leve de ser compreendida, mas Matheus foi além dela. A reflexão de ‘Chega Devagar‘ se estende a um videoclipe, com uma coreografia enérgica que nos prova o que já deveríamos ter absoluta certeza: o corpo é arte e, às vezes, fala muito mais do que um monte de palavras misturadas. O artista de 29 anos já demonstrou outras vezes que sabe bem como se manifestar através da dança, como em ‘Mente Pra Mim‘, clipe de maio de 2019.

A performance artística — e envolvente — desse novo clipe foi pensada por Thiago Williams, professor de dança no Centro de Movimento Deborah Colker e coreógrafo do antigo programa “Amor e Sexo”, da TV Globo. O ensaio durou dois meses, a distância e por vídeo, devido à necessidade de distanciamento social em período de pandemia. Da mesma maneira, todos os registros do clipe foram gravados com equipe reduzida e respeitando as regras que o momento atual exige. “Foi uma experiência diferente. Acredito que tivemos algumas limitações físicas devido às regras do distanciamento, mas isso fez com que o clipe se tornasse um registro desse período“, relembra Matheus.

Além de dança, performance e música, o clipe de ‘Chega Devagar‘ também tem seu conceito de moda. Com o talento do estilista cearense David Lee, o figurino de Matheus ganha uma delicadeza especial com as peças de crochê.  “O crochê é feito à mão e dá para sentir esse afeto ao vestir, ao olhar as peças. Elas são super marcantes e desafiam brilhantemente a silhueta masculina tradicional“, expressa o cantor e compositor.

Outras cenas foram gravadas em meio à natureza do interior de Minas Gerais, no município de Antônio Carlos.  Matheus Engenheiro, também responsável pela edição do vídeo, conta que, além de inspirar seu som, Baby do Brasil é referência simbólica no clipe de ‘Chega Devagar‘. Em uma entrevista, a artista contou a história da composição do clássico de 81, ‘Um Auê com Você‘, lembrando quando estava grávida, curtindo a Praia de Ipanema, e viu um homem voando de paraquedas, em círculos, sem conseguir descer. Baby, que sempre foi muito sensível e fiel ao que crê, percebeu a dificuldade do homem, se sensibilizou e começou a orar para que ele conseguisse aterrissar. Ela conta que, de repente, um vento veio e o paraquedas pousou.

Poderia ser só mais um relato sobre fé, mas a sensibilidade de Matheus proporcionou que o paraquedas se tornasse um símbolo representativo de tudo que ‘Chega Devagar‘ pede. Calma, empatia, compreensão, amor… “Essa história mexeu comigo, é de uma simplicidade linda. Eu entendo o paraquedas como um símbolo da proteção e sensibilidade que ‘Chega Devagar’ propõe. Assim como o paraquedas, eu acredito que a delicadeza e empatia com o outro e com mundo podem salvar vidas, reflete Matheus Engenheiro.

Assista ao clipe de ‘Chega Devagar’, de Matheus Engenheiro

FICHA TÉCNICA – VIDEOCLIPE ‘CHEGA DEVAGAR’:

Composição: Matheus Engenheiro

Produção musical: Pedro Sodré, Rudah Maciel Guedes e Matheus Engenheiro

Direção: Matheus Engenheiro e Rodrigo Coelho

Coreografia: Thiago Williams

Figurinos: David Lee

Fotografia: Caio Deziderio e Gabriel Engenheiro

Fotos: Gabriel Venzi
Cor: Caio Deziderio

Produção: Fabrício Andrade e Pedro Capicote

Agradecimentos: Liz Toraldo, Skydive JF, Fazenda Avani, Angelino Jovani Júnior, Tânia Capicote, João Capicote, Silvana Rocha, Paula Duarte, Miriam Azevedo, Avner Proba, Livia Gloria, Tathiane Maluff, Tatiana Flores, Pâmela Sousa, Manchester Locadora e Francisco Franco.

‘Chega Devagar’ no Spotify

Acompanhe Matheus Engenheiro nas redes: Spotify | Deezer | Instagram | YouTube 

Mais notícias no Minuto Indie. Curta nossa página no Facebook.

* Créditos da foto de destaque da matéria: Caio Deziderio

Deixe uma resposta