Poisé apresenta clipe de ‘Dasein’, um desabafo sobre as angústias existenciais

Poisé Dasein

 

A banda, natural de Santo André (SP), deve lançar mais dois clipes em 2020, e ainda planeja se aventurar no mundo do podcast, com conteúdos sobre música, poesia, filosofia e outros interesses

De acordo com a filosofia heideggeriana, para tentar compreender o sentido da nossa existência, é fundamental compreender Dasein. Para Heidegger, somos Dasein, seres que só existem porque são entes, porque são parte do mundo e interagem com os elementos de sua realidade concreta.  Nesse sentido, seria impossível pensar no indivíduo sem associá-lo ao ambiente em que vive. Ele é o ser ente, portanto, a existência é a sua essência. Em vida, nunca está completamente pronto, feito, completo, porque é um “ser-para-a-morte“, e só atinge sua totalidade quando perece. Incógnitas sobre a vida, como essa, inspiraram a Poisé, em seu single-clipe ‘Dasein‘.

Capa do single ‘Dasein’, da banda Poisé

Ainda segundo o pensamento de Heidegger, toda a construção do sujeito, como ente, se faz a partir de projeções para o futuro. Assim, o ser só existe se aceitar o processo de “lançar-se para frente“. Uma ação contrária a essa pode levá-lo a um processo que o ameaça desde o início de sua existência: o “esquecimento do ser“, já que não se planejar para o futuro é associar-se ao nadaquase como a morte. Toda essa necessidade de evitar o processo do “não-ser” provoca, no ser humano, o que é chamado de “angústia existencial“.

A canção, ‘Dasein‘, da banda andreense Poisé, é escrita por Lucas Hernandez (voz e guitarra) e Camila Polese (voz, teclado e percussão) e descreve bem as aflições sentidas durante o processo de viver humano. Melancólica e sombria, como a vida parece ser, a letra questiona o significado da existência que, cruelmente, parece impor que a dor é seu requisito. Por mais dolorosa que a mensagem possa ser, ‘Dasein‘ tem aquele tom de compreensão, como se dissesse a quem escuta que a angústia e o medo do ponto final não são individuais, que o peso não precisa ser carregado por um só ser, que, mesmo que em caos, somos todos entes em interação.

Além de Camila Polese e Lucas Hernandez, o som da Poisé é feito por Gustavo Ribeiro (bateria e percussão) e Lucas Rett (baixo e voz). De início, o projeto do primeiro clipe da banda oferecia maiores possibilidades, mas a pandemia impediu que os planos continuassem os mesmos. Por isso, o clipe de ‘Dasein‘, que está no ar desde o dia 27 de agosto, acabou sendo produzido à distância, nas casas dos músicos, no mês de abril. “No fim das contas, toda essa situação exigiu que usássemos a nossa criatividade e acredito que conseguimos entregar uma versão audiovisual muito honesta e alinhada com a nossa identidade”, complementa Camila.

Todo o contexto de crise global dificultou o processo de criação e produção dos lançamentos da Poisé, mas não foi o bastante para fechar o caminho de possibilidades. Ainda em 2020, a banda deve lançar mais dois videoclipes. Além disso, o público pode conferir o ‘Poisé Minidoc‘, um documentário intimista, dividido em nove episódios semanais, que já começou a ser disponibilizado nas plataformas. A criatividade não para por aí, porque eles ainda estão produzindo um podcast sobre música, poesia, psicanálise, filosofia e outras reflexões que derem na telha. Esse último projeto deve ser lançado em outubro.

Assista ao clipe de ‘Dasein’, da Poisé

Ouça o single no Spotify:

Poisé MiniDoc EP #1

Siga a Poisé: Instagram | Facebook | Youtube

Mais notícias no Minuto Indie. Curta nossa página no Facebook. Siga-nos no Instagram.

Deixe uma resposta