TOP 6 Melhores Clipes da Semana

De Djonga a Arctic Monkeys, confira os melhores lançamentos de clipes da semana

Tanto nacional quanto internacionalmente, nessa semana, os destaques no audiovisual vão para os artistas do rap. Porém, Four Out Of Five, da Arctic Monkeys, entrou para a lista para salvar nossa querida cena indie. Confira a lista que o Minuto Indie fez sobre os seis melhores lançamentos de clipes do momento:

1. Junho de 94 – Djonga

Djonga é protagonista no clipe autobiográfico de “Junho de 94”, lançado em 18 de maio. Faixa do segundo álbum do rapper belo-horizontino, “O Menino Que Queria Ser Deus”, a música traz o forte discurso anti-racista. No clipe, isso se mostra a partir da corda no pescoço do artista, que não se encaixa em nenhuma das famílias, refletindo sobre o que ele mesmo considera “estar em um não lugar”. A reflexão vai bem além disso, mas possui referências tão pessoais que são difíceis de serem expressas por outra pessoa que não o próprio Djonga. A genialidade do clipe consta na escolha das situações que ele protagoniza, além da cena final, que reforça a mensagem anti-racista e também a reafirmação do cantor como agente de seu próprio sucesso: um artista que foca no seu corre e não na crítica racista e elitizada.

O clipe é o segundo liberado por Djonga, que já havia lançado o vídeo de “Corra”, que aborda o genocídio e a execução dos jovens negros. Dirigido por Gabriel Solano, “Junho de 94” já acumula aproximadamente 500 mil visualizações e alcançou 1º lugar nos vídeos em alta do Youtube.

2. Four Out Of Five – Arctic Monkeys

O clipe de “Four Out Of Five” foi lançado no dia 13 de maio e desde então vem esclarecendo algumas marcas dessa nova fase da banda Arctic Monkeys. Faixa mais agitada do polêmico disco “Tranquility Base Hotel & Casino”, “Four Out Of Five” ganhou um lindo visual que já alcançou mais de 5 milhões de visualizações no YouTube.

No vídeo, Alex Turner interpreta dois personagens e abusa das influências de Stanley Kubrick para criar uma conexão entre os dois estilos que adota com o ambiente que o circunda. São cenários maravilhosamente construídos que conversam com a postura do personagem que Alex adota em cada caso. Mostram também um pouco da relação do artista com os instrumentos musicais e as inspirações que deram vida ao disco. Apesar do álbum não ter agradado a todo mundo, “Four Out Of Five” é uma faixa concisa, que é melhor recebida pelo público e foi retratada com uma estética muito bonita no clipe. Vale a pena conferir.

3. Crime Bárbaro – Rincon Sapiência

Lançado no dia 13 de maio, o clipe de “Crime Bárbaro”, do Rincon Sapiência, questiona a data que marca 130 anos da Abolição da Escravatura no Brasil. A música é a faixa inicial do álbum “Galanga Livre” (2017). No vídeo, Rincon protagoniza o escravo Galanga, que se torna livre depois de matar um senhor de engenho. O artista faz então uma ressignificação dessa cena, mostrando que a violência contra a população negra foi remodulada, mas não extirpada. Hoje, Galanga representa jovens negros de periferia que correm de policiais e muitos outros perigos.

O verso “Nossa senhora, o neguinho passou a mil”, é da canção “Eu sou 157”, do Racionais, que exalta o artigo do Código Penal que classifica o roubo, crime mais associado pelos policias brancos a negros quando precisam justificar a violência. Rincon mostra que a liberdade supostamente garantida em 1888 é apenas um conto de fadas, estrelado por uma princesa branca e uma elite que afinca no silenciamento suas tradições escravocratas. A exaustão tanto do protagonista negro, quanto do policial branco, mostram que essa violência  se revela em dois gumes. Faz mal para todos, mas afinca de modo cruel no lado negro da ponta de lança.

4. Garden – SZA

A cantora SZA estrela um par romântico com Donald Glover (Childish Gambino) no clipe de “Garden – Say It Like Dat” lançado na última sexta (18). O rapper parece estar devolvendo o favor, já que SZA fez uma participação especial em seu aclamado vídeoThis Is America”. Além dele, a mãe de SZA também faz uma aparição no vídeo. A música “Garden” é uma das faixas de “CTRL” (2017), primeiro álbum de SZA. Fazendo jus ao título, que significa “Jardim” em português, o clipe dirigido por Karena Evans se passa em belas paisagens naturais. Os cenários colaboraram para o clima romântico aproveitado pelo casal, que também se revelou na sonoridade da música.

5. Bubblin – Anderson Paak

“Bubblin” é o single que dá vida ao novo clipe de Anderson Paak, lançado no último dia 17. Produzido pela AntMan Wonder & Jahlil Beats, o clipe é mais uma das colaborações do artista com a Calmatic, que já havia colaborado em vídeos como “Come Down” e “Scared Money”. A abordagem do clipe revela a temática do exagero, tanto na interminável máquina de dinheiro, quanto nas alegorias de seis braços estreladas pelo cantor. Tudo se combina em um visual marcado por cores quentes e expressões suaves, apesar de retratar cenas exageradas. Até mesmo quando trata dessas temáticas, Paak consegue passar positividade por meio de seu R&B.

6. Nossa Quebrada – Vera Verônika

A rapper Vera Verônika lançou no dia 15 de maio o clipe de “Nossa Quebrada”. O vídeo retrata a experiência de rappers no Distrito Federal, abordando questões como pertencimento, identidade e engajamento na cena. Produzido por Leandro Guedes, foi gravado em lugares do entorno da cidade que tem conexão com o trabalho dos artistas no rap. Mostram também sua relação com a vida cotidiana, família e amigos. É interessante observar o cuidado de Vera com a acessibilidade. Assim como todos os seus clipes, o vídeo de “Nossa Quebrada” tem tradução simultânea em libras, visando à universalidade da música e das suas mensagens.

Deixe uma resposta