Soco na cara do frio no evento “Mosh X Frio”

Contando com novos nomes em crescimento da cena hardcore, o evento Mosh X Frio trouxe muito som agressivo em prol de uma causa nobre.

Fotos: Dayane Mello

No último doming, dia 24 de junho, o Cervejazul tremeu. Localizado no bairro da Mooca, em frente à Praça Ciro Pontes, uma das casas mais estabelecidas do underground brasileiro foi palco de um evento beneficente de hardcore. Arrecadando agasalhos para moradores de rua, as bandas Rottura, Homesick, Unshaken, Going Down, Broad and Sharp e Muerte Sangria deram um show de peso.

                  

A última, aliás, fez um dos melhores shows da noite, contando com a participação de todo o público e captando imagens para seu próximo videoclipe. Muerte Sangria é uma banda de hardcore beatdown, subgênero mais pesado e com partes mais lentas do hardcore, da Zona Norte de São Paulo. Nascida na região da Casa Verde, ela é formada por Gabriel Higute e Danilo Hypolito nas guitarras, Gabriel Oda no baixo e backing vocals, Leandro Ximenez nos vocais principais e Douglas Ximenez tocando bateria.

                     

O show, inclusive, contou com a participação do ex segundo vocalista, Wesyley Nascimento. Segundo fontes, o próximo clipe será de uma das quatro músicas do EP que está sendo gravado, a SVNV (Sejam Vós a Nossa Vingança). O show também teve outras músicas de sucesso entre o público, mesmo que ainda não gravadas, como Aqui Não Tem Heroi, Evolução, AK-47, o single gravado Morte Lenta e um cover da música Fire On The People, da banda Nasty, uma das principais influências da banda.

                     

 

Veja o último vídeo do canal Minuto indie:

 

 

 

Deixe uma resposta