Roger Waters anuncia nova turnê: “This is not a Drill”

Depois de sua polêmica passagem pelo Brasil durante o período eleitoral, o artista anuncia novas datas que podem dar esperanças ao público brasileiro

O músico, cantor e compositor inglês Roger Waters — conhecido como um dos fundadores da banda de rock progressivo e psicodélico Pink Floyd — abalou as redes sociais nos últimos meses ao anunciar uma nova turnê que tem como nome “This is not a Drill”. A expressão, em inglês, tem como significado o sentimento de urgência e perigo: segundo o artista, em entrevista à revista “Rolling Stone”, a turnê será ainda mais política que a anterior “Us + Them” — e não é mera coincidência as datas anunciadas serem próximas ao período eleitoral dos Estados Unidos.

O artista, considerado também um ativista político e principal força criativa por trás de álbuns considerados clássicos de Pink Floyd, passou por nosso país durante outubro de 2018, mês de efervescência política e social promovida pela reta final das disputas eleitorais. Nesse contexto, tivemos a visita de Roger em sete capitais — o primeiro show foi em 09 de outubro em São Paulo, finalizando a sequência em Porto Alegre no dia 30 de outubro.

Roger Waters turnê no Brasil

A turnê, que já expressava uma dicotomia de posicionamentos e ideais logo no nome — em tradução livre, “Nós + Eles” — contou com um palco gigantesco e um intenso jogo de luzes, projeções, lasers e até a presença de porcos voadores. Ali, o artista fez questão de deixar clara a sua intenção do rock como além do entretenimento — Roger assumiu uma voz e posição firme mediante os últimos acontecimentos do país, mesmo com a presença de vaias e manchetes sensacionalistas sobre o seu trabalho.

Por ora, as datas da nova turnê cobrem o período de julho a outubro. Porém, recentemente, o artista anunciou a data de 05 de fevereiro, no México.  As vendas já estão abertas e você pode entrar no site oficial para checar os ingressos disponíveis.

Datas da nova turnê de Roger Waters:

Roger Waters datas nova turnê

Vale lembrar que, segundo Roger Waters, em entrevista concedida ao veículo de comunicação “G1”:

“Se vocês, meus fãs, acharam que músicos devem apenas tocar suas músicas… É obviamente apenas errado. Não, não devemos. Nós temos responsabilidade como políticos e também como músicos. Eu acredito que todos os artistas, não interessa qual tipo de arte você faça, todos têm responsabilidades de usar a arte para expressar ideias políticas e criar demandas em favor dos direitos humanos para todos”.

E aí? Será que podemos criar esperanças de uma nova vinda para o Brasil?

Para maiores informações, continue acompanhando o Minuto Indie, nosso Facebook e também as redes sociais do artista! 

Deixe uma resposta

Releated

com ou sem noel

“Com ou sem Noel”, Liam Gallagher confirma show beneficente do Oasis

O objetivo é realizar o show para arrecadar dinheiro para o sistema de saúde da Inglaterra, após o período de isolamento devido ao surto do novo coronavírus Em 2009, as brigas dos irmãos Oasis interromperam a história de uma das maiores bandas de rock dos anos 90. Mesmo após 11 anos do término, o mais […]

Estevão Lobo

Estevão Lobo exalta as raízes latino-americanas no álbum “Latino Nativo”

Cantor construiu uma obra de exaltação cultural O cantor Estevão Lobo acaba de estrear em carreira solo. Nesta sexta-feira (27), o também compositor e violonista lança Latino Nativo. O álbum traz toda uma vibe de aceitação do lugar e do ambiente do qual viemos, enaltecendo pontos essenciais para nossa construção. Já curte o Minuto Indie no Facebook? […]

%d blogueiros gostam disto: