Me First and the Gimme Gimmes agita São Paulo no domingo

A mais irreverente superbanda do punk rock fez o centro de São Paulo estremecer

Uma das bandas de punk rock mais esperadas pelos fãs brasileiros era o Me First and the Gimme Gimmes, que nunca havia se apresentado em território brasileiro, e que fez seu primeiro show no domingo, no centro de São Paulo, com suas versões de músicas que estouraram nos anos 70/80/90, transformadas em punk.

O Espaço 555 é uma das casas mais aconchegantes de São Paulo, localizada na Avenida São João (do lado da Galeria do Rock) e até então, não era muito conhecida do público do gênero e surpreendeu a muitos pela estrutura.

Seguindo a linha do show, a primeira banda a se apresentar foi o Be God, de São Bernardo do Campo – SP, que eu particularmente não conhecia, mas que surpreendeu também transformando músicas famosas brasileiras em punk rock. Rolou de tudo, de Claudinho e Buchecha, MC Marcinho e Defalla a clássicos das festas de casamento com Roupa Nova, Claudia Leite e até misturou canções infantis, como a abertura do Teletubbies.

Fotos: Eduardo da Costa

Em Seguida, os cearenses do Rocca subiram ao palco trazendo suas músicas própria que já vem alcançando um determinado público, e que manteve os presentes aquecidos para o restante da noite. A banda que tem muitas influências que vão do Rock ao Folk, passando por algumas batidas eletrônicas se permitiu a entrar no clima da noite e tocou três covers: a música Liberta, dos paulistanos do Rancore, Enjoy The Silence do Depeche Mode e quase ao fim da apresentação, chamaram o guitarrista Phillippe Fargnoli para tocar Genarator do Bad Religion.

 

Fotos: Eduardo da Costa

Por fim, o Me First and Gimme Gimmes subiu ao palco, a banda formada por Spike Slawson (Swingin’ Utters) no vocal, Joey Cape (Lagwagon) na guitarra, Lindsay Mcdougall (Frenzal Rhomb) na guitarra, Jay Bentley (Bad Religion) no baixo e Dave Raun (Lagwagon) na bateria, estremeceu o Espaço 55 começando com Summertime de George Gershwin, Sloop John B do The Beach Boys Believe da cantora Cher. Podem parecer músicas que sua mãe está acostumada a ouvir, mas se você ainda não ouviu o MFATGG, corre porque você tá perdendo excelentes versões de músicas que fizeram história no mundo fonográfico.

Na sequência vieram Uptown Girl do Billy JoelMe and Julio Down by the Schoolyard do Paul SimonStraight Up da Paula AbdulJolene de Dolly Parton que deixaram quem lotava a casa em total clima de nostalgia (e “pancadaria” nos empurra-empurra devido a velocidade das músicas tocadas).

Clássicos como Isn’t She Lovely do Stevie WonderScience Fiction/Double Feature de Richard O’Brien e (Ghost) Riders in the Sky de Stan Jones and his Death Valley Rangers, assim como Crazy for You da Madonna e a icônica I Believe I Can Fly de R. Kelly (Não assistiu Space Jam – O jogo do século? Você não teve infância) foram cantadas a plenos pulmões e rolou até participação de uma criança que foi levada pela mãe pra ver o show, seguidas de Take Me Home, Country Roads de John Denver, Mandy de Scott English, Who Put the Bomp (in the Bomp, Bomp, Bomp) de Barry Mann Over the Rainbow de Harold Arlen também foram tocadas.

Pra fechar o primeiro bloco do show, a emocionante Rocket Man (I Think It’s Going to Be a Long, Long Time) do britânico Elton John Different Drum de Michael Nesmith foram cantadas como hinos pelos fãs.

Após a pausa para um respiro, veio a grande surpresa da noite: Spike Slawson voltou ao palco com seu ukulele e Joey Cape com maracas, fizeram uma incrível versão de Baby dos Mutantes (Sim, dos Mutantes), e deu pra perceber que o vocalista do Me First está com um português afiadíssimo.

Com o show já se encaminhando para o fim, a linda All My Loving dos The Beatles deram um tom mais “choroso” ao show, que logo foi animado novamente pela versão do clássico icônico das divas do mundo todo I Will Survive da americana Gloria Gaynor.

As duas últimas músicas do show que teve mais de 1h30 de duração foram Sweet Caroline do cantor Neil DiamondEnd of the Road do grupo de R&B Boyz II Men da Filadélfia.

Uma noite pra ficar na memória de muita gente!

 

Fotos: Eduardo da Costa

 

Confira o último vídeo do canal Minuto Indie:

 

Um comentário em “Me First and the Gimme Gimmes agita São Paulo no domingo

  1. Sai de Porto Alegre com uma grande expectativa de anos de espara por este show e “Foi Maravilhoso”, os caras estavam com vontade e o repertório muito bom. O local do show Espaço 555 bem legal. Parabéns a todos da organização do show.

Deixe uma resposta