Hocus Pocus Festival faz a junção perfeita de rock e cerveja; confira

Hocus Pocus Festival trouxe a banda sueca Graveyard,  fazendo o público balançar cabeça, neste domingo (20).

A noite de domingo estava só começando e pedradas musicais já eram ouvidas na quarta edição do Hocus Pocus Festival, dentro do galpão Bco. Space Makers no Rio de Janeiro.

O ambiente era propício para o objetivo do festival, um ambiente arborizado com pouca iluminação mas com luzes coloridas, trazendo uma vibe psicodélica conforme a line up do festival prometia.

O festival foi ideal para provar saborosas cervejas como a “O Louco” com um gosto tropical e de diversas  frutas, além das exclusivas do festival “Fairy Dust “e a “Prometheus Rising”.

As bebidas eram vistas nas mãos da platéia, fazendo jus a combinação perfeita da Cerveja e do Rock.

Cerveja “O Louco” – Foto: Ane Caroline Ramos

O Rio de Janeiro foi representado com grande estilo no festival, os organizadores trataram de trazer duas bandas das cenas psicodélicas atuais para subir ao palco para se apresentarem.

A primeira banda foi a Psilocibina, a banda carioca trouxe o jazz, o rock e o psicodélico juntos numa mesma música, a sonoridade se encaixou perfeitamente no fim de tarde.

A posterior foi a Auramental, a galera chegou junto para escutar o instrumental dos caras, a proposta era a mesma, bastante rock psicodélico.

O lançamento do disco autointitulado foi feito em uma ocasião ótima, quem estava presente se mostrou muito interessado em apreciar o som.

Abusando do baixo, da guitarra, da bateria e dos sonorizadores, criando uma psicodelia no local e despertados passos da platéia.

Banda Auramental segunda atração da noite – Foto: Ane Caroline Ramos

Show final

O Graveyard, atração principal da noite, mostrou que não desembarcou no Rio à toa, foi possível ver a plateia batendo cabeça do início ao fim.

Os suecos começaram a tocar uma das mais populares, a música “Hisingen Blues” que foi cantada do início ao fim.

Graveyard – Foto: Ane Caroline Ramos

A platéia acompanhou a banda na maioria das canções, até nas músicas do álbum recente “Peace” onde foram tocadas as faixas “Walk On”, “Cold Love”, “Bird Of Paradise”, “The Fox”, “Please Don’t” e a aclamada “Ain’t Fit To Live Here”.

A banda decidiu finalizar sua apresentação com chave de ouro, tocando a música “The Siren” levando a platéia a soltar a voz e chegar ao delírio.

O grupo foi totalmente sincronizado, com uma qualidade absurda e manteve o bom nível até o final.

O vocalista e guitarrista Joakim Nilsson e banda, com certeza atendeu a perspectiva de quem estava presente para prestigiá-los, tornando para todos uma noite inesquecível.

Setlist:

Hisingen Blues
Goliath
Walk On
Cold Love
Buying Truth (Tack & Förlåt)
Uncomfortably Numb
Bird of Paradise
The Fox
Please Don’t
Hard Times Lovin’
An Industry of Murder
It Ain’t Over Yet
Magnetic Shunk

Encore:
Low (I Wouldn’t Mind)
Ain’t Fit to Live Here
The Siren

Graveyard:

MI NO YOUTUBE:

Deixe uma resposta