FOO FIGHTERS: novo álbum contará com a participação de… fantasmas?

FOO FIGHTERS: novo álbum contará com a participação de… fantasmas?

Foo Fighters sobre as gravações do novo álbum: “Quando entramos na casa para a gravação, eu sabia que a vibe estava pesada… Não demorou muito para coisas acontecerem” 

Na estrada desde 1994, Foo Fighters costuma ser a banda que agrada todo mundo seja seu tio, seu pai ou aquele seu colega da escola ou universidade que recém entrou no mundo da música e do rock. Dessa vez, as gravações do novo álbum renderam polêmicas envolvendo fantasmas! Entenda o caso.

Entre todos esses anos de carreira, a banda sempre surpreendeu seu público através da divulgação de seu trabalho de maneira cômica e criativa: seja em clipes engraçados ou em shows cheios de energia lotados em um estádio, é fato que Dave Grohl possui o carisma necessário para manter seus velhos e novos fãs. Além do carisma, possui também força: quem lembra da vez que uma perna quebrada não impediu uma apresentação de Foo Fighters?

Dave Grohl, membro do Foo Fighters, de perna quebrada
Show realizado por Foo Fighters em 2015, na Suécia, que não foi impedido pelo imprevisto do artista

A banda, além da gravação de um novo álbum, também estava com uma tour agendada: “The Van Tour 2020”. Mas, dessa vez, a pandemia do coronavírus impediu que Foo Fighters realizassem os seus shows. Em depoimento, Dave Grohl se pronunciou:

Oi, aqui é o Dave. Lembram de mim? O cara que não adiaria um show nem quando minha maldita perna estava caindo? Bem… fazer um show com uma meia cheia de ossos quebrados é uma coisa, mas tocar um show quando a saúde e segurança de VOCÊS está em risco é outra… Nós amamos vocês. Então vamos fazer a coisa certa e adiar essa merda. O álbum está pronto e está matador. As luzes e o palco estão nos caminhões, prontos para ir. NO MOMENTO que tivermos permissão, vamos sair e detonar tudo como sempre fizemos. Prometo. Agora vá lavar suas mãos.

Já curtiu o Minuto Indie no Facebook? Clique aqui!

Mas, dessa vez, a banda não está passando por alguns ossos quebrados ou pelas consequências da pandemia. Segundo relato de Dave Grohl para o portal de música NME, a novidade é que fantasmas podem estar participando da gravação de seu novo álbum:

Quando voltamos ao estúdio no dia seguinte, todas as guitarras estavam desafinadas, e as configurações estavam zeradas. As faixas estavam faltando. Havia apenas alguns sons no software, que não fomos nós que colocamos, como barulhos estranhos de microfone. Ninguém tocando um instrumento ou algo do tipo, apenas um microfone gravando o ambiente. Tentamos investigar esses sons mas não percebemos vozes nem nada decifrável. Algo estava acontecendo.

Como se os eventos estranhos não fossem o suficiente, eles decidiram instalar câmeras na casa em Los Angeles onde as gravações estavam sendo feitas: “no começo não havia nada, mas quando estávamos começando a nos sentir ridículos e insanos, vimos coisas inexplicáveis nas câmeras”.

Qual é a explicação sobrenatural por trás disso?

A explicação para os fatos, segundo Dave Grohl, está no histórico da casa: ao descobrir sobre os acontecimentos passados e aterrorizantes da residência, o artista precisou até assinar um termo de confidencialidade — visto que estão tentando vender a propriedade. Então, ele não pode nos contar nada além disso, apenas sobre o medo que os fizeram terminar o álbum o mais rápido que pudessem. 

Em um das músicas do novo álbum de Foo Fighters, terá um riff que Dave Grohl esteve trabalhando há 25 anos: cheque, aqui no MI, a notícia!

O novo álbum ainda não tem nome e data de lançamento, mas você pode continuar acompanhando o Minuto Indie para ficar por dentro das novidades! Enquanto isso, relembre a trajetória de Foo Fighters com o videoclipe de uma das músicas mais clássicas da banda: 

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=rhzmNRtIp8k[/embedyt]

“It’s times like these, you learn to live again
It’s times like these, you give and give again
It’s times like these, you learn to love again
It’s times like these, time and time again”

Stay home, stay safe! #fiqueemcasa

Tainara Fantin

Tainara Fantin

Formada em Ciências Sociais e especialista em Jornalismo Digital fascinada pelas seguintes áreas de estudo: etnomusicologia, sociologia urbana e análise de discurso. Atualmente, faço graduação em Tecnologia de Eventos e Letras e, nas horas vagas, continuo apaixonada por música, cinema e literatura.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: