Disaster Cities encara primeira mini-tour pelo Rio de Janeiro

Foto: Lucian Cupin

Giro pelo Brasil, que começou em março, divulga o álbum de estreia, o ousado LOWA

Depois de passar por São Paulo e Santa Catarina, em divulgação do recém lançado álbum estreia ‘LOWA’, inclusive em algumas das datas abrindo para atrações internacionais como Kadavar e Radio Moscow, agora o combo paulista/chapecoense Disaster Cities vai cumprir nesta semana uma trinca de shows no Rio de Janeiro, em festivais ao lado de diversas outras bandas da Abraxas Records e sensações do stoner rock nacional.
 
A estreia do quarteto formado por Matheus Andrighi (vocal, guitarra), Rafael Panegalli (baixo, vocal), Ian Bueno (bateria) e Cripa (teclado/sintetizador) na capital carioca é nesta quinta-feira, 19, no 4º King of the Stoner Age, junto aos locais da Gods & Punks e os pernambucanos da Quarto Astral. O evento, organizado pela tradicional produtora Collapse Agency, será no La Esquina (Lapa), a partir das 19h30.
 
Em seguida, o Disaster Cities toca no Nectar Som (Vargem Grande) dia 21, no segundo dia do ‘Sessões Cósmicas Festival’, mais uma vez na companhia dos parceiros do cast da Abraxas Records, Gods & Punks e agora o Blind Horse. Um dia antes, o fest reúne Quarto Astral, Laboratório Groove e Lunares. Em ambas as datas, o evento começa às 21 horas.
 
A última parada do Disaster Cities no Rio de Janeiro é no domingo do dia 22 de abril, em Petrópolis, onde se encontra com Blind Horse, Laboratório Groove e Gods & Punks no Sundaze Stoner Mountains. O festival da produtora Double Trouble começa à tarde, a partir das 14 horas, no Saloon Melusine.
 
‘LOWA’, lançado em março deste ano, é o pesado e ousado debut da Disaster Cities, disponível nas principais plataformas de streaming pela Abraxas Records. Com referências do rock noventista e despojadas nuances de hard rock clássico, o álbum condensa com precisão o stoner, o grunge e o alternativo e faz deste trio uma das formações mais autênticas do novo rock brasileiro.  
Confira o clipe de “White Lines”:
Veja o último vídeo do canal Minuto Indie:

Deixe uma resposta