dadá Joãozinho lança crítica social em single-clipe ‘AMARELO SELEÇãO’

dadá Joãozinho lança crítica social em single-clipe ‘AMARELO SELEÇãO’

De símbolo do amor à pátria, à símbolo de opressão e ódio. O que aconteceu com a bandeira nacional e o amarelo seleção?

Talvez o Brasil nunca tenha vivido um caos do mesmo modo que vive agora. São tempos em que ficar em casa é a única forma de se prevenir da contaminação de um vírus, e mesmo assim, para todo lado tem festinha clandestina. Tempos em que os profissionais da linha de frente recebem socos, ao invés de aplausos. Tempos em que o verde-amarelo da bandeira do Brasil perdeu seu simbolismo e a camisa da Seleção virou uniforme político-ideológico. Em meio à crise em todos os âmbitos, podemos sugerir dois caminhos: se juntar ao surto coletivo e só chorar de desgosto ou transformar tudo em arte, como fez o dadá Joãozinho, em ‘AMARELO SELEÇãO‘.

João Rocha é integrante do ROSABEGE e, agora, em 2020, vive uma nova experiência como dadá Joãozinho. Ainda em fevereiro, quando a gente mal sabia que este seria um ano mais problemático, o cantor, compositor e intérprete fluminense já lançava seu primeiro single. O humor ácido – e carnavalesco – diverte e gruda na mente de quem escuta ‘verãozão‘. Pouco mais de 3 meses depois, nesse novo momento que vivemos, dadá Joãozinho lança o mais novo single ‘AMARELO SELEÇãO‘, pelo selo fluminense Primata.

Na conjuntura atual, nossa única preocupação deveria ser a pandemia. Mas com ela, vieram mais e mais tensões. No mundo inteiro, o Brasil é visto como o país com a maior crise política atual, o que também interfere na questão sanitária, e como qualquer indivíduo por aí, dadá passa por esse momento com aflição. Além dessas mudanças coletivas, o artista se transferiu, recentemente, de Niterói (RJ) para São Paulo (SP). Vivendo uma oscilação de sentimentos, ele decidiu compartilhar sua visão de mundo – ou Brasil, melhor dizendo – em uma música. É aí que a gente fala sobre transformar o desgosto em arte.

AMARELO SELEÇãO‘ chega ao mundo acompanhado de um clipe. Toda a obra, incluindo a parte visual, representa um grito contra a apropriação e uso político dos símbolos nacionais. “Essa galera do ‘amarelo seleção’ banca e brada o verde e amarelo, com uma auto estima cultural submissa à agenda norte-americana. Nem são patriotas de fato, o que, no seu grito, é o pilar do discurso. E ainda beijam a bandeira estadunidense”, manifesta dadá Joãozinho.

Capa do single ‘AMARELO SELEçÃO’

Por mais evidente que seja a mensagem, a interpretação é livre de quem escuta, e assiste, ‘AMARELO SELEÇãO‘. Um momento para refletirmos sobre o que sobrou de nós em meio a ressignificação de símbolos é extremamente importante, mas a mobilização de dadá não para na composição da música, unicamente. O destino de todos os lucros arrecadados com ‘AMARELO SELEÇãO‘ (tanto nas vendas via Bandcamp, quanto em plays em outras plataformas de streaming), é a Articulação dos Povos Indígenas e o projeto Mães da Favela

Confira AMARELO SELEÇãO, o novo single-clipe de dadá Joãozinho

Dá o play no Spotify: 

Composição e arranjo: João Rocha;
Produção: João Rocha e Thiago Fernandes;
Mixagem e masterização: Thiago Fernandes;
Capa: João Rocha;
Vídeo: João Rocha;
Selo: Primata;
Assessoria de imprensa: Cainan Willy.

Escute também ‘verãozão’:

Acompanhe dadá Joãozinho nas redes sociais: Instagram | Spotify

Siga o Selo Primata: Facebook | Instagram | Twitter | Bandcamp

Mais notícias no Minuto Indie. Curta nossa página no Facebook.

Sabryna Moreno

Sabryna Moreno

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: