Confira o que rolou no Popload Festival 2017

Aconteceu nesta quarta-feira, 15 de novembro o Popload Festival, evento que reuniu novas bandas do cenário alternativo com alguns dos maiores nomes da música internacional.
Neon Indian (EUA), Ventre (RJ), Carne Doce (GO), Daugther (UK), PJ Harvey (UK) e Phoenix (FR) agitaram o público que compareceu ao Memorial da América Latina, em um dos feriados mais quentes do ano.

(Imagem: Eduardo da Costa)

O Neon Indian começou sua apresentação ainda para um público tímido que chegava a Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, mas que já estava bem eufórico.
Nem o sol forte que fazia às 13h30 atrapalhou os fãs que presenciaram um show bem produzido, alegre e que mostrou que o festival não seria morno em nenhum momento.

(Imagens: Eduardo da Costa)

Logo em seguida, a banda carioca Ventre subiu ao palco e demonstrou bastante energia. Durante o show era possível ver e ouvir pessoas pulando e cantando as músicas com bastante fervor, o power trio em suas redes sociais já mostrava o quando estava empolgado para o festival, não decepcionou e deixou o publico extasiado em cada som tocado.

(Imagens: Eduardo da Costa)

Já a goianiense Carne Doce iniciou seu show para local bem mais cheio que as duas primeiras e tão animado quanto. Todas as músicas foram cantadas a plenos pulmões e durante os intervalos de cada música, os fãs alternaram-se entre gritar para vocalista e pedir músicas para a banda, mas sempre com um sorriso no rosto e cartazes/capas de cd/posters nas mãos.

(Imagens: Eduardo da Costa)

Com um clima mais tranquilo e músicas mais calmas, a banda Daugther realizou uma apresentação que mesmo com alguns problemas técnico, agradou muita gente que estava presente e já começava a preencher todos os espaços da pista comum. O sol atrapalhava um pouco a banda, mas nada que deixasse a animação dos integrantes diminuir e muito menos dos fãs que durante todo o show pediam músicas e mais músicas.

(Imagens: Eduardo da Costa)

O sol já começava a se pôr quando e acompanhada de sua orquestra/banda, PJ Harvey entrou no palco com seu saxofone e deu início a um dos shows mais aguardados do dia.
Alguns fãs não puderam ver o show, pois devido ao calor, muitos passaram mal e tiveram que ser retirados pelo corpo de bombeiros e levados para a enfermaria do local.
O show possuiu momentos de alternância, entre músicas de sua fase experimental e sons mais agressivos e distorcidos de seus álbuns mais voltados ao Indie Rock/Alternative.

(Imagens: Eduardo da Costa)

Ao fim da apresentação de PJ Harvey, o público que já aguardava o último show da noite foi surpreendido por uma das patrocinadoras do evento que possuía um palco escondido atrás de seu telão de publicidade. A dupla britânica AlunaGeorge não deixou ninguém desanimar e agitou quem estava nas pistas comum e premium com sua apresentação que misturava hip hop com música eletrônica e contou com a participação a cantora brasileira Iza.

(Imagens: Eduardo da Costa)

Quase 21h e já se percebia algumas movimentações no palco principal e mesmo com alguns minutos de atraso, a atração mais esperada do festival surgiu.
Os Franceses do Phoenix fizeram todos no Popload saírem do chão e gritar cada estrofe de cada música durante quase 1h30 de show, com uma iluminação que durante muito tempo deixava apenas a silhueta dos músicos e o palco que trazia diversos fundos interativos diferentes, mostraram a combinação perfeita entre artes visuais e as músicas da banda.

       

(Imagem: Eduardo da Costa)

Ao fim do show, as pessoas exibiam em suas faces um misto de cansaço e felicidade, mesmo com os altos preços para alimentação e hidratação e o dia abafado, o Popload satisfez e surpreendeu ao público que compareceu em peso para o festival.

Confira mais fotos do show:

      
      

(Imagens: Eduardo da Costa)

Deixe uma resposta