Camões lança o disco “Flores”

Melancolia tropical marca primeiro disco de Camões

 

O cantor e compositor carioca Camões lança seu primeiro disco intitulado ”Flôres” após o lançamento de dois Eps. Esse primeiro disco é resultado de suas experiências após sua primeira turnê internacional em terras lusitanas e das reflexões que lhe ocorram na volta a boêmia carioca, pensamentos sobre a juventude e o cotidiano.

“Flôres” expõe o novo momento do cantor e compositor, acompanhado de referências do synthpop à música oitentista.

Camões por Bruno Machado

A frente de uma floricultura ilustra a capa do primeiro disco do cantor e compositor Camões. O colorido de “Flôres” retrata a forma irônica com que o artista fala sobre o amor e o cotidiano, misturando as letras com ritmos brasileiros e a estética synthpop. O álbum é dividido em dois momentos e reproduzem a visão do autor sobre sua geração, que “possui uma carapaça alegre que encobre uma profunda solidão”, como o próprio Camões define.

O letreiro de uma floricultura de São Paulo representa os sentimentos que oscilam na obra do cantor: o entusiasmo e o ceticismo com o amor. O ar multicolorido das plantas da vitrine ilustram o sentimentalismo, assim como, ao mesmo tempo, mostram a tristeza profunda em meio ao cenário urbano. É o paradoxo clássico das rosas com o espinho, ou mesmo a dupla função das flores, que servem para encantar ou se despedir de alguém que se foi.

Assista abaixo o vídeo clipe de ”Nova Aurora”, faixa dois do disco ”Flores”

“O letreiro, por ser em neon, condiz com a estética que proponho nas minhas músicas com os timbre eletrônicos e com os synths […] existem também artistas nos quais me inspiro com títulos que remetem a flores nos seus trabalhos: o clássico do Macintosh Plus, ‘Floral Shoppe’, e o último álbum do rapper Tyler, The Creator, ‘Flower Boy’”, diz o cantor.

Escute o novo álbum de Camões: ”Flores

Minuto Indie no Youtube

 

Deixe uma resposta