Cainalha Indica: Gang 90 & as Absurdettes, a cara do new wave

Bem humorados e as vezes até debochados, a Gang 90 & as Absurdettes é a banda psicodélica que você não pode deixar escapar.

Neste exato momento estou feliz da vida de começar uma coluna sem muitas regras aqui no Blog do Minuto Indie, a ideia é escrever por aqui algumas indicações de discos, roles e novidades que você deveria tirar um tempinho pra escutar, sei que é difícil convencer alguem a ler alguma coisa hoje em dia, quem dirá então apertar play pra ouvir alguma coisa, mesmo assim eu insisto.

Os anos oitenta no Brasil tinha outras opções para quem já estava de saco cheio desse tal de rock n roll, sabia? Uma opção que fez a cabeça de muita gente na época foi a new wave, gênero musical que incorporava elementos da música eletrônica, experimental e disco. Nesse quesito o grupo Gang 90 & as Absurdettes foi um dos principais destaques nacionais.

Contemporâneos de artistas populares feito o Guilherme Arantes, e também icônicos feito a Alice Pink Punk, o grupo produziu três discos, vou me ater nessa indicação somente ao primeiro, o mais clássico, conhecido e também o único com a presença do líder Júlio Barroso em vida: “Essa tal de Gang 90 & as Absurdettess” (1983).

“Nosso Louco Amor” faixa que abre o registro virou tema de abertura e ajudou a nomear uma novela global de sucesso na época. O grupo teve outras aparições televisivas que garantiram sucesso pra faixa “Perdidos na Selva”. As faixas são bem humoradas e as vezes até debochadas, mas sempre encantadoras graças a presença de um coro feminino. Se tu curte psicodelia não pode deixar esse registro te escapar.

Júlio Barroso, líder do grupo veio a óbito prece e tragicamente ao cair da janela de seu apartamento, no 11º andar, 1984. A gang lançou ainda mais dois discos “Rosas e Tigres” (1985) e Pedra 90 (1987). No próximo final de semana os membros remanescente se reúnem em dois shows cheios de participações especiais no teatro do Sesc Pompeia, as apresentações homenageiam Júlio. Mais informações no fim do post.

Serviço:

Gang 90 – Nossa onda de amor não há quem corte
Data: 23 e 24/02
Onde: Sesc Pompeia
Ingressos: https://goo.gl/131TVK

Cainan Willy é editor do site Pacóvios e também atua com o selo Cavaca Records.

MI no YouTube:

Deixe uma resposta