Brian May, guitarrista do Queen, relata que sentiu a morte após infarto

Brian May, guitarrista do Queen, relata que sentiu a morte após infarto

O músico rasgou um músculo do quadril, entupiu três artérias e comprimiu o nervo ciático. Em meio a tudo isso, ainda passou pelo susto do ataque cardíaco

Na madrugada da última segunda-feira (25), Brian May desabafou com o público, através do Instagram, sobre um sufoco que passou após um infarto. O guitarrista do Queen contou que rasgou um músculo do quadril após tropeçar enquanto cuidava de seu jardim. No hospital, os médicos descobriram mais problemas: ele tinha o comprimido o nervo ciático – o que explicava suas dores nas costas -, e três artérias entupidas. Após os exames, ele foi encaminhado para uma processo cirúrgico de emergência.

“‘Como é que os discos da minha coluna foram esmagados’? Bom, carregar uma guitarra pesada no ombro pode ter algo a ver com isso. Mas, provavelmente, valeu a pena.”, brincou.

May confessou que se considerava uma pessoa saudável, “boa pressão sanguínea e boa alimentação“, mas o acidente foi uma péssima surpresa para mostrar que as coisas não eram bem assim. “No meio da saga das costas doloridas, eu tive um pequeno ataque cardíaco. Digo pequeno, pois não me prejudicou. Foram cerca de 40 minutos de dor no peito”, contou no vídeo.

Para acalmar o coração dos fãs preocupados, o guitarrista, que agora está com 72 anos de idade, deixou bem claro que já está bem e que não sente mais dor. Uma dieta mais restritiva e uma rotina regrada de exercícios serão necessárias para que seu estado de saúde se mantenha, realmente, estável.

Eu fiquei muito perto da morte, mas a dor que eu tinha era algo completamente diferente. Agora estou bem. Estou aqui e pronto para o rock!“, concluiu o vídeo.

Assista ao vídeo de Brian May sobre seu acidente e sobre o infarto:

Aproveite para conferir a versão de ‘We Are The Champions‘ em homenagem aos profissionais de saúde na luta contra o coronavírus

Mais notícias no Minuto Indie. Curta nossa página no Facebook.

Sabryna Moreno

Sabryna Moreno

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: