Banda pernambucana Calibre 765 lança EP homônimo; ouça

Banda pernambucana Calibre 765 lança EP homônimo; ouça

Trabalho possui 4 faixas com referências políticas e regionais

Recentemente, a banda pernambucana Calibre 765 lançou um EP homônimo. Com influências de som que vão desde as músicas nordestinas até o grunge americano, o grupo entrega um trabalho com o bom e politizado rock.

Já curte o Minuto Indie no Facebook? Clique aqui!

Aproveitando o cenário caótico que, principalmente, o Brasil enfrenta atualmente, a Calibre 765 evidencia alguns pontos da política. A primeira música do EP, aliás, se chama Fanáticos por um motivo: os chamados gados políticos e sua cegueira. Pessoas assim são contrárias ao diálogo, agridem verbal e fisicamente outras pessoas, e destroem um país com sua ignorância.

Em Amnésia do Cacete, a temática muda e fala sobre as distrações que encontramos na rua e os vários momentos em que vamos fazer algo e nos esquecemos. Anjo do Perdão volta um pouco à primeira música, porém de forma mais melancólica. Nessa canção, a banda fala sobre manipulação política e social, e suas causas. Caiporas de Furnas fecha o EP com uma referência nordestina, mas também carrega na letra o mito da Caverna de Platão.

CALIBRE 765

Formada por Carlinhos Barbosa, Lamarques Gonçalves, Marcelo Aleixo e Eduardo Souza, a Calibre 765 é uma banda natural do interior de Pernambuco. Criado oficialmente em 2002, o grupo possui um álbum de estúdio, intitulado Vencer ou Vencer (2018), com composições autorais da jornada até então.

EP – CALIBRE 765

ACOMPANHE A BANDA:

MI NO YOUTUBE:

Mais notícias no Minuto Indie.

Vitoria Correa

Vitoria Correa

A louca dos esportes, música e livros, faço dos meus hobbies uma projeção do meu futuro profissional. Formada em Técnico em Informática e cursando Jornalismo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: