Arctic Monkeys faz show no Rio com muita classe e elegância

Arctic Monkeys faz show no Rio com muita classe e elegância

A banda britânica Arctic Monkeys se apresentou nesta quarta-feira (03) na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. O show foi um side do Lollapalooza Brasil, no qual o grupo também vai se apresentar amanhã, sexta-feira (05).

O show foi aberto pela banda brasileira O Terno, trazendo em seu repertório canções de todas as fases da carreira do grupo. Estava bem vazio durante a apresentação de abertura, mas de quem estava muitos pareciam já conhecer a banda, sem contar nas dezenas de casais apaixonados curtindo as faixas românticas d’O Terno.

O Terno abrindo para Arctic Monkeys no Rio | Foto: Juliana Guimarães (@eyelinertv)

Arctic Monkeys entrou com 30 minutos de atraso, deixando boa parte dos fãs bem impacientes. Porém, quando subiu ao palco não desapontou. A banda trouxe o ar vintage, meio anos 50, ao espetáculo, com o telão preto e branco, as luzes amareladas, tudo compondo muito bem a experiência que a banda queria passar. O vocalista, Alex Turner, subiu ao palco carioca trajando um terno azul e um topete de respeito e se manteve elegante durante toda a apresentação. Alex e companhia trouxeram o mesmo setlist que vinham tocando na turnê do novo disco, Tranquility Base Hotel & Casino. As músicas antigas se mesclam muito bem às novas, principalmente pela perspicácia de organizar uma  uma balada antiga seguida de uma faixa nova, como por exemplo tocaram 505 e, depois, Tranquility Base Hotel & Casino, canção que dá nome ao disco. Além destas tivemos Knee Socks, do disco AM (2013), seguida de outra novidade, The Ultracheese.

Star Treatment foi tocada acompanhada de um cubo luminoso gigante, seguida do letreiro “Monkeys” sendo revelado ao fundo, completando a experiência “anos 50” trazida pelos britânicos.

Arctic Monkeys se apresentando no Rio | Foto: Juliana Guimarães (@eyelinertv)

 

Arctic Monkeys durante apresentação no Rio | Foto: Juliana Guimarães (@eyelinertv)

A banda também trouxe clássicos da carreira como I Bet You Look Good on the Dancefloor, Teddy Picker e Brianstorm. Além dos hits R U Mine?, Do I Wanna Know?, Why Do You Only Call Me When Your High? e Arabella. Arctic Monkeys ainda trouxe faixas do disco Humbug, sendo estas Crying Lightning, Cornerstone e Pretty Visitors.

Alex Turner durante apresentação no Rio | Foto: Juliana Guimarães (@eyelinertv)
Alex Turner durante apresentação no Rio | Foto tirada e editada por Juliana Guimarães (@eyelinertv)

Se tem uma palavra que define este show é: “classe. Alex Turner traz performances extremamente bem feitas, com muita elegância e estilo. A banda permanece impecável ao vivo, desde as guitarras à bateria, trazendo uma experiência imersiva, nos fazendo sentir em um filme de mafiosos em um show de rock. Mesmo sem muita enrolação e interação com o público, Arctic Monkeys consegue cativar os fãs de uma forma bem eficiente, mantendo todos vidrados no palco ansiando pelas canções seguintes.

Para quem for ao Lollapalooza Brasil, se prepare! Arctic Monkeys não veio para brincadeira!

 

MI No YouTube

Juliana Guimarães

Juliana Guimarães

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: