Rod Krieger

‘A Elasticidade do Tempo’: Rod Krieger lança reflexões em disco de estreia

O artista, que hoje vive em Lisboa e lança seu primeiro disco solo, construiu 15 anos de carreira como baixista da banda gaúcha de rock Cachorro Grande

Rod Krieger é um músico de vivências. Apesar de ser um disco de estreia, ‘A Elasticidade do Tempo‘ possui uma maturidade sonora única, e isso se deve à longa trajetória de Krieger como multi-instrumentista, compositor, produtor e cantor. Hoje, ele se constrói no singular e apresenta um trabalho um tanto quanto complexo… positivamente.

O primeiro disco solo do artista – que a princípio, seria um EP – é composto por oito faixas, sendo que, quatro já foram editadas e lançadas como singles anteriormente. ‘Louvado seja Deus‘ é o início de ‘A Elasticidade do Tempo‘ e foi apresentada ao público em 2018, com o eterno líder mutante Arnaldo Baptista. Nesse ano, a Cachorro Grande anunciou seu fim, e foi então que Rod trocou cartas com Arnaldo, de quem ele era muito fã. Ele contou sobre um projeto musical dele em homenagem ao trabalho do mutante, e desde então, os dois se tornaram grandes amigos.

O título deste novo trabalho de Rod Krieger vem de um troca de reflexões entre ele e Lucinha Barbosa, companheira de Arnaldo. “O tempo é elástico“, disse ela. Daí em diante, o conjunto de faixas do artista recebeu um nome. A musicalidade de ‘A Elasticidade do Tempo‘ é intensa. Nesse disco, é possível perceber referências como David Bowie, Beatles, The Who, e, no geral, as características da psicodelia sessentista.

É importante destacar que esses elementos dos rock dos anos 60 influenciam o som do artista há muito tempo, desde que começou em sua primeira banda Os Efervescentes. No disco de estreia solo, Rod, que em Cachorro Grande construiu-se como Rodolfo, experimentou outros moods e chegou em um resultado de músicas que parecem ter sido feitas para serem contempladas em um templo zen.

Faixas como ‘Sobre as ondas‘ possuem características muito semelhantes ao som que os Beatles faziam, por exemplo. Enquanto isso, ‘Todos gostamos de você‘ lembra um mantra indiano misturado com um rock bem brasileiro. Só escutando para sentir o que é esse disco. A produção dele é assinada pelo próprio Krieger, junto com Ricardo Prado (estúdio Canto da Coruja – Piracaia/SP). A masterização foi feita pelo experiente australiano Rob Grant, que já trabalhou com Lenny Kravitz e Tame Impala.

Ouça ‘A Elasticidade do Tempo‘, disco de estreia solo de Rod Krieger

A capa é assinada por Marina Abadjieff com foto de Daryan Dornelles

Dois dias antes do lançamento do álbum, Krieger lançou clipe de ‘Cores Flamejantes‘, uma das faixas do novo trabalho. O vídeo tem direção de Rayman Virmond e Ana Clara Piet.

Assista ao clipe de ‘Cores Flamejantes

Rod Krieger está preparando um estúdio na freguesia de Beato (Lisboa), que ganhou o nome de Magic Beans, e será um espaço para ensaios de bandas, aulas de músicas, pré-produção e projetos de curadoria. Sua inauguração seria em abril, mas devido ao surto da Covid-19, doença causada pelo coronavírus, Magic Beans ainda vai esperar um pouco para abrir suas portas.

Acompanha o artista no Instagram, Twitter, Facebook, YouTube e Bandcamp.

Mais notícias no Minuto Indie. Curta nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

Releated

Lyria

Metal em casa: Lyria libera show completo para assistir na quarentena

Fique em casa e apoie o metal sinfônico assistindo ao show completo do Lyria! Mais uma iniciativa foi tomada em prol da nossa saúde mental durante esse período de quarentena, que nos deixa tão afastados dos prazeres da vida, incluindo o consumo cultural. A banda alternativa de metal sinfônico Lyria disponibilizou a gravação de um […]

Novo álbum do The 1975 tem lançamento adiado

Novo álbum do The 1975 mais uma vez adiado; single sai essa semana

Notes On A Conditional Form tem nova data e tracklist confirmadas O novo álbum do The 1975 mudou de data de lançamento mais uma vez. O álbum, que inicialmente estava previsto para o dia 21 de fevereiro, posteriormente teve a data alterada para 24 de abril e agora foi adiado de novo: 22 de maio […]

%d blogueiros gostam disto: